27/11/17 | 11:10 AM
Escoteiros participam da 2ª Corrida e Caminhada Ecológica na Praia do Tupé

O grupo de Escoteiros do Mar Almirante Barroso estará presente na 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus – Etapa Tupé, que acontecerá no próximo dia 8 de dezembro, com um circuito de três quilômetros, na Praia do Tupé. O grupo estará desempenhando importantes funções, como demarcação do trajeto da prova, permanecer de prontidão em pontos estratégicos para sinalização do trajeto, prestar os primeiros-socorros em casos de eventualidades envolvendo os corredores, sinalização para resgate e patrulha fluvial na observação e apoio aos atletas. No total, 40 crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos, integram o grupo. As inscrições estão abertas no site ‘Ticket Agora’.

Do total, 16 escoteiros deverão participar da realização da corrida, divididos em duas patrulhas. Eles seguirão um dia antes para a RDS a fim de tomar as providências de organização da prova. Para o presidente do grupo, James Roosevelt da Silva Rodrigues, a participação na corrida é uma oportunidade ímpar para os escoteiros. “A nossa atividade está intrissicamente envolvida com as ações ecológicas. O escotismo é um movimento educacional de jovens, sem vínculo a partidos políticos e voluntário, que conta com a colaboração de adultos e valoriza a participação de pessoas de todas as origens sociais, raças e credos, e a realização da Corrida e Caminhada Ecológica está de acordo com o propósito do movimento”, afirmou James. No Amazonas, existem aproximadamente 1.000 escoteiros. Em Manaus, são 11 grupos.

A 2ª Corrida e Caminhada Ecológica – Etapa Tupé terá também caráter filantrópico. Quem se inscrever, estará ajudando a organização do evento a adquirir um quilo de alimento não-perecível que será destinado ao abrigo O Coração do Pai, que cuida de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual e em situação de vulnerabilidade social, com unidades em Manaus e Iranduba.

A corrida é realizada pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Juventude Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com a Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Amazonas (Aclea). O objetivo do evento é proporcionar aos adeptos de provas de pedestrianismo a experiência única de correr numa unidade de conservação municipal, situada num santuário ecológico, e chamar a atenção para a importância da sua preservação.

Inscrições 

As inscrições darão direito aos traslados de ida e volta à Praia do Tupé, onde acontecerá o circuito, kit com camisa e medalha de participação, além de um café da manhã regional com frutas, oferecido pelos comunitários da RDS. Além do aspecto ambiental, a corrida também passa a integrar o calendário oficial de eventos da RDS do Tupé, formada por seis comunidades que tem no turismo de base comunitária a sua principal fonte de renda.

Os participantes serão conduzidos por lanchas com saída marcada para as 6h30, da balsa da Cooperativa dos Profissionais de Transporte Fluvial da Marina do Davi (Acamdaf). A viagem tem duração de 25 minutos, até a comunidade São João, onde está localizada a Praia do Tupé. A largada será às 8h na sede do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável Professor Roberto Vieira, no lado leste da praia, na parte alta em terra firme.

O trajeto da prova terá aproximadamente três quilômetros. Antes da largada, haverá um aquecimento com os participantes. No trajeto, será possível ao corredor ter o contato com a natureza preservada e a adrenalina de superar desafios como areais, trilhas dentro da floresta, trechos de charco e travessia de igarapés.

O circuito de Corridas e Caminhadas Ecológicas foi lançado em junho deste ano, com a primeira prova realizada nas trilhas do Parque Municipal do Mindu, unidade de conservação municipal situada no Parque Dez, zona Centro-Sul.

Texto: Júlio Pedrosa (SEMMAS)

Fotos: Divulgação SEMMAS

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsm8xdZnR