06/08/18 | 11:52 AM
Minicurso ensina a confeccionar arranjos florais com espécies nativas

Prefeitura de Manaus realiza, nos próximos dias 15 e 16/8, o minicurso sobre a arte de confeccionar arranjos florais, utilizando espécies nativas da Amazônia. O minicurso, que acontece mensalmente no Parque Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho, no Japiim, desta vez será em horário e local diferenciados: das 8h às 10h, no Auditório do Parque Municipal do Mindu, no Parque Dez, zona Centro-Sul. O objetivo é proporcionar um contato dos alunos com a rica flora nativa amazônica e destacar a beleza de galhos e folhas, que podem parecer resíduos da floresta, mas se transformam em lindos arranjos.

O minicurso será ministrado pelo técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Agenor dos Santos Xavier. Ele explica que, no primeiro dia, ensinará as técnicas de manuseio e montagem das flores e folhagens. “O manuseio é importante porque vai determinar a durabilidade da flor e consequentemente do arranjo. Vamos focar na colheita, limpeza e corte, que necessitam de técnicas especificas em se tratando de espécies naturais tropicais”, afirma Agenor. Dependendo da forma como forem colhidas e manuseadas, o arranjo pode durar até 15 dias.

As espécies mais utilizadas são as helicônias, dracenas e alpínias. Segundo o técnico, existe uma variedade de helicônias   em diferentes  cores , que permitem belos efeitos, além de folhagens regionais, como a dracena, folha de mangueira, cajueiro e jatobá, que também tem durabilidade. “Os arranjos florais com espécimes regionais são mais caros, mas são flores que estão na floresta e podem ser cultivadas nos jardins das casas”, afirmou ele.

A segunda aula será prática e enfocará a montagem propriamente dita de um arranjo, com uso de materiais inusitados, como galhos secos por exemplo. Os interessados em participar podem ligar para o telefone 3236-7330, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h, e fazer as inscrições. Os minicursos fazem parte da política municipal de Educação Ambiental da Prefeitura de Manaus, executada pela Semmas.

Texto:Júlio Pedrosa / Semmas

Fotos:Divulgação / Semmas