23/10/18 | 9:12 AM
Potencial turístico de comunidade do Tupé é destaque no Festival do Sauim-de-Coleira

O potencial turístico da comunidade Julião, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, foi destaque durante as atividades realizadas ao longo deste final de semana, no 1º Festival do Sauim-de-Coleira. O evento contou com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), e reuniu 80 ciclistas pela 6ª etapa do Campeonato Estadual de Mountain Bike, a percorrerem trilhas com obstáculos naturais, trechos de areia e igarapés, em um ambiente natural e que abriga o sauim-de-coleira.

Torneios de futebol, capoeira, aula de yoga, oficinas de pintura e desenho para crianças, jogos e atividades educativas também integraram a programação, cujo objetivo foi o de chamar a atenção para a necessidade de preservação da espécie, criticamente ameaçada de extinção. O festival, promovido pelos próprios moradores da comunidade, teve, ainda, apoio de parceiros, como o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

O diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes, destacou o protagonismo da comunidade em tomar a iniciativa de realizar um evento para homenagear o sauim-de-coleira e levar visitantes a conhecerem a área. “Esperamos que esse seja o primeiro de vários festivais que haverão de acontecer, chamando a atenção, sobretudo entre os mais jovens, para a importância da comunidade no contexto ambiental da RDS do Tupé e para a preservação da espécie”, afirmou Bentes.

A Federação Amazonense de Ciclismo pretende tornar fixa a realização de, pelo menos, uma etapa do campeonato na comunidade. “Esse é um local privilegiado e perfeito para os adeptos de mountain bike. Unir o evento esportivo à realização do festival é uma forma de valorizar a comunidade e ajudar na sustentabilidade das famílias que aqui residem. Estamos próximo de Manaus, com trilhas naturais sem influência de carro, trecho técnico ideal para quem gosta da modalidade”, afirmou árbitro da Federação de Federação de Triatlon e Ciclismo do Amazonas, Gerson Caldas.

O cuidado dos moradores com a comunidade chamou a atenção dos ciclistas. “Todos cuidam do lugar que é extremamente bonito e em sintonia com a cultura do pedal de incentivar a sustentabilidade, estimular o descarte correto do lixo e a boa convivência com a natureza, por se tratar de um esporte de baixo impacto ambiental”, afirma o empresário Erildo Pinheiro, proprietário da Office Bike Manaus, que, em dezembro, estará realizando uma grande ação social na comunidade, para estimular o uso da bicicleta na localidade.

Para o analista ambiental do ICMBio, Diogo Lagroteria, as atividades desenvolvidas pelas crianças durante o festival demonstram o cuidado das futuras gerações para com o animal. “Os desenhos feitos durante oficina de pintura com as crianças ficaram excelentes e além de mostrar como as crianças são talentosas, revelam o convívio próximo e a relação de carinho que eles têm com o animal”, afirmou.

Os gêmeos Hillary Beatriz e Ryan Santiago, 8, desenharam sauins e disseram que o animal representa a comunidade. “A gente gosta do sauim e ele é amigo da comunidade”, afirmou Hillary.

A presidente da comunidade, Raimunda Nonata Silva, agradeceu o apoio recebido pelos órgãos parceiros. “Foi um corre-corre, mas no final deu tudo certo. Só em saber que estamos preservando o sauim, antes não tínhamos ideia de como fazer isso, já estamos satisfeitos e agradecidos pela parceria com a Semmas e ICMBio”, afirmou.

A Comunidade Julião, uma das seis que integram a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, gerida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas. A comunidade do Julião, inclusive, é conhecida por já ter sido alvo de um trabalho de monitoramento de grupos de sauins-de-coleira, feito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O festival é uma iniciativa da Associação dos Produtores Rurais do Julião.

Foto: Divulgação/Semmas