14/05/18 | 10:21 AM
Prefeito assinará decreto de criação da APA Sauim-de-Manaus

O decreto que oficializa a criação da APA – Área de Proteção Ambiental Sauim-de-Manaus será assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, no Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho. O anúncio foi feito durante a Consulta Pública Presencial, realizada na manhã de sábado, 12/5, na Escola Municipal Jornalista Sabah Raposo, no bairro do Manoa, na zona Norte, com a finalidade de reunir propostas dos diversos segmentos da sociedade ao projeto de criação da APA Sauim.

O evento reuniu 82 pessoas, entre representantes de instituições públicas e privadas e moradores das áreas incluídas no perímetro da APA, que tiveram a oportunidade de conhecer em detalhes a proposta da nova unidade de conservação e dar sugestões ao projeto.

 

A APA tem como principal finalidade garantir a preservação do sauim-de-coleira, espécie de primata endêmica de Manaus, criticamente ameaçada de extinção. O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, destacou a importância do processo de criação da APA Sauim-de-Manaus para o Brasil e o Mundo.

 

“O prefeito Arthur Virgílio Neto está pessoalmente empenhado na execução dessa estratégia de proteção da espécie, a partir da parceria exitosa com o Ministério Público Federal e demais órgãos de controle e proteção ambiental que integram o grupo de trabalho interinstitucional instituído pelo município para a criação da unidade de conservação, dando exemplo ao Mundo”, afirmou o secretário.

 

A APA Sauim será a primeira do País criada com a finalidade de servir à conservação de uma espécie silvestre endêmica. “O prefeito Arthur Neto estará oficializando a criação da APA no Dia Mundial do Meio Ambiente e a partir daí serão iniciadas as intervenções necessárias ao reforço das conexões entre os fragmentos florestais existentes numa área de quase dez milhões de metros quadrados, que compreenderá a nova APA, e estaremos dando a contribuição definitiva ao processo de conservação da espécie, dando esse grande exemplo para o Brasil e o Mundo”, completou Antonio Nelson.

 

Consulta presencial e on-line

Além da consulta presencial, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) estará realizando também até o próximo dia 16/5 uma consulta on-line para dar oportunidade à população de contribuir com o processo, tornando-o o mais participativo possível. Os interessados devem acessar semmas.manaus.am.gov.br, no link Consulta Pública APA Sauim-de-Manaus.

 

A consulta presencial, realizada neste sábado, contou com a participação de representantes do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Ministério Público Federal (MPF), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Instituto Chico Mendes de Bioconservação (ICMbio), Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Secretarias Municipais de Educação (Semed), Saúde (Semsa) e Infraestrutura (Seminf), Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Fundação Vitória Amazônica e Instituto Sumaúma.

 

Lideranças comunitárias da zona Norte também participaram da consulta e puderam opinar. Um deles, André Macedo, da área do Manoa, relatou que o bairro sofre com as ocupações irregulares. “A área entre as ruas 18 e 23 está degradada por ocupação irregular há quase cinco anos”, disse, agradecendo a oportunidade de estar presente ao evento. “A partir de agora me sinto parte do grupo responsável pela criação da APA Sauim”, completou.

 

Morador da Cidade Nova, João de Carvalho, lamentou o processo de perda das áreas verdes do bairro por conta das invasões ao longo dos últimos 35 anos. “A criação da APA vai reforçar a luta de alguns moradores em favor da preservação da floresta existente no bairro e da fauna silvestre que ainda é possível ser vista na área”, observou.

 

Membro do Instituto Sumaúma, a ativista ambiental Filomena Campos se emocionou ao se referir sobre as ocorrências de mortes de animais silvestres. “É muito triste ver animais acuados e morrendo atropelados ou eletrocutados. A criação da APA é uma iniciativa mais que louvável”, disse.

 

O procurador do Ministério Público Federal Leonardo Galiano destacou a importância da iniciativa da Prefeitura de Manaus. “Todo processo se originou a partir de um TACA firmado junto ao MPF, mas a atenção dada à causa pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e sua determinação em criar a APA Sauim-de-Manaus fez toda a diferença no processo e nos dá a certeza de que estamos no rumo certo da proteção da espécie”, afirmou Galiano.

 

Texto: Júlio Pedrosa / Semmas
Fotos: Arlesson Sicsú / Semmas
Mapa: Divulgação / Semmas