10/09/18 | 1:55 PM
Prefeitura inaugura mais um parque da juventude e já soma mais de 80 mil metros quadrados de áreas verdes beneficiadas

A Prefeitura de Manaus vai inaugurar na próxima segunda-feira, 10/09, a partir das 15h, o quinto parque da juventude em área verde, viabilizado por meio de compensação ambiental, na cidade. Trata-se do Parque da Juventude do Conjunto Rio Xingu, localizado na Compensa, Zona Oeste de Manaus, entre a Rua Cecília Cabral e a Avenida Brasil. A área verde possui, no total, 50.756 metros quadrados, dos quais 1.210 metros quadrados de área construída referente ao parque. O local contará com academia ao ar livre, paisagismo, quadra de areia, iluminação de LED e o reforço no plantio de 25 mudas de árvores, das espécies pau-pretinho e pata-de-vaca, e 600 ornamentais (iresine e trapoeiraba). Com esse parque da juventude, a Prefeitura de Manaus já soma mais de 80 mil metros quadrados de áreas verdes na cidade com reforço na proteção, desde 2015.

O projeto foi viabilizado por meio de compensação ambiental firmada entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e a concessionária Manaus Ambiental. A revitalização da área protegida era uma reivindicação dos moradores do conjunto e vai beneficiar os bairros adjacentes. A Semmas realiza levantamentos buscando identificar áreas verdes de conjuntos habitacionais que ainda estão preservadas, em sua totalidade ou parcialmente, para a implantação dos parques da juventude. A estratégia aproxima a população das áreas verdes, melhorando a qualidade de vida dos moradores do entorno e assegura maior proteção ao espaço.

Atualmente, existem outros quatro parques da juventude instalados – um no Conjunto Campo Dourado, na Cidade Nova; dois no Loteamento Nascentes das Águas Claras, Novo Aleixo, e um no Conjunto Castelo Branco 2, no Parque Dez, Zona Sul. Até o final do ano, a Semmas estará finalizando os estudos para a implantação de outros dois parques da juventude – no Núcleo 15, do Conjunto Cidade Nova, Zona Norte, e no Conjunto Hilea, na Zona Centro-Oeste.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a estratégia do prefeito Arthur Virgilio Neto é a de levar equipamentos de lazer e prática esportiva, além das ações de arborização e paisagismo, aos locais, com o apoio dos moradores, visando a melhoria da qualidade ambiental nesses residenciais. “Essas são áreas que antes da intervenção da Prefeitura de Manaus serviam para o descarte irregular de lixo e prática de violência por delinqüentes; hoje estão sendo utilizadas em sua plenitude pelos moradores, evitando assim o risco de ocupação irregular”, explica o secretário Antonio Nelson.

O último parque da juventude entregue à população foi o Titio Barbosa, no Conjunto Castelo Branco, em 2017. O local ganhou pista de caminhada, playground, quadra de futebol, academia ao ar livre e iluminação de LED. A área tem no total 9.916 metros quadrados e a obra foi realizada por meio de compensação firmada com duas construtoras locais. A Semmas realiza estudos sobre a viabilidade de implantação dos parques da juventude também nos conjuntos Renato Souza Pinto e Águas Claras 1. O diagnóstico é feito por meio da aplicação de questionários socioambientais e de reuniões com os moradores para discussão dos critérios de uso da área e as intervenções a serem realizadas.

As intervenções realizadas obedecem a critérios legais estabelecidos em legislações existentes, a exemplo da Resolução 100/2006, do Conselho Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (Comdema), que prevê a implantação de áreas de lazer em áreas verdes, respeitando o limite máximo de 25% de impermeabilização do solo, e os conceitos de área verde estabelecidos pelo Código Ambiental do Município, Lei 605/2001, e o Código Florestal (Lei 12.651/2012), segundo os quais as áreas verdes são espaços especialmente protegidos que têm por finalidade proporcionar a melhoria da qualidade de vida da população e das condições ambientais urbanas, além de garantir espaços destinados à integração, recreação ou lazer da comunidade.

Áreas Verdes com parques da juventude

– Conjunto Campo Dourado: 21 mil m2

– Conjunto Loteamento Águas Claras (I e II): 7.329,36 m2

– Conjunto Castelo Branco 2: 9.916 m2

– Conjunto Rio Xingu: 50.726 m2