30/07/18 | 9:45 AM
Prefeitura lança Campanha de Combate às Queimadas na Virada Sustentável 2018

Prefeitura de Manaus lançou na manhã deste sábado, 28/07, a Campanha de Combate às Queimadas 2018 com uma corrida e caminhada ecológica. O evento marcou o início das ações educativas e de fiscalização, visando reduzir o impacto das queimadas nas diversas áreas da cidade, com predominância nas zonas Norte e Leste. O percurso da caminhada teve 2 quilômetros pelas trilhas do Parque do Mindu e ocorreu dentro da programação da Virada Sustentável, que acontece neste final de semana.

Frequentadores do parque e servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) participaram da prova, que contou com a presença do secretário da Semmas, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, e de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), João Carlos dos Santos Melo.

De acordo com o secretário da Semmas, o objetivo da campanha é orientar e levar ao conhecimento da população sobre os malefícios das queimadas urbanas. “Queimar é crime e as pessoas precisam saber que estão passíveis de sofrer penalidades, como multas e processos judiciais, por conta dessa atitude. Daí, a iniciativa do prefeito Arthur Virgílio Neto de chamar a atenção para a problemática e zerar as denúncias recebidas pela secretaria”, afirmou Antonio Nelson.

A participação na corrida e caminhada foi livre, e os integrantes do grupo da terceira idade Agita Mindu fizeram questão de marcar presença. “As queimadas são muito prejudiciais à saúde das pessoas, principalmente idosos e crianças. Por isso, é muito importante estarmos aqui participando desta abertura da campanha”, afirmou a  aposentada Luiza Bezerra, 69.

Neste domingo, a equipe da Divisão de Educação Ambiental da Semmas realizará a primeira ação educativa voltada para a questão das queimadas no Km 01 da Estrada do Puraquequara, zona rural de Manaus. “A partir de agora, faremos ações educativas em diversos locais, como terminais de ônibus, feiras, shoppings populares, rotatórias e cruzamentos da cidade, chamando a atenção para o problema e distribuindo material informativo e mudas para a população”, explicou o chefe da Diea, Raimundo Araújo.

Paralelamente às ações educativas, equipes de Fiscalização e Educação Ambiental estarão nas ruas fazendo o atendimento às denúncias. “Quem quiser denunciar é só ligar para 0800-092-2000. A denúncia será registrada e atendida dentro da programação estabelecida”, observou o diretor de Fiscalização da Semmas, Eneas Gonçalves. Segundo ele, gradativamente os números de registros de denúncias estão diminuindo. Este ano, de janeiro a julho, a secretaria recebeu 61 denúncias. No ano passado, foram recebidas 69 no mesmo período. “É uma redução pequena, mas que indica uma tendência de diminuição de casos denunciados”, afirmou.

Texto: Divulgação / Semmas

Fotos: Arlesson Sicsú/Semmas