09/07/19 | 10:45 AM
Prefeitura realiza manutenção na arborização e paisagismo dos parques da juventude em áreas verdes

 

Os parques da juventude em áreas verdes de conjuntos habitacionais contam com atenção especial da Prefeitura de Manaus. Revitalizados por meio do Programa Espaço Verde na Comunidade, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), esses espaços protegidos recebem ações regulares de manutenção das equipes dos programas Arboriza e Ornamenta Manaus. O objetivo é realizar o coroamento (limpeza ao redor das mudas) das centenas de mudas arbóreas plantadas nas áreas e impedir a matocompetiçao, que inibe o desenvolvimento dos indivíduos arbóreos.

Ao longo da última semana, as equipes dos dois programas se dividiram entre as áreas verdes dos loteamentos Águas Claras, no Novo Aleixo, e Campo Dourado, na Cidade Nova, zona Norte, e o Parque da Juventude Titio Barbosa, no Parque 10, zona Centro-Sul. O trabalho conta com o apoio da Secretaria Municipal de Limpeza Publica (Semulsp), responsável pela limpeza das áreas e recolhimento dos resíduos. No Campo Dourado, foram plantadas mais de 400 mudas de árvores, enquanto que nas duas áreas verdes da avenida Arterial, no Águas Claras, foram mais de 600, e no Parque 10, são 650.

 

“O coroamento feito pela Semmas é fundamental para o crescimento das árvores”, explica o diretor técnico operacional da Semmas, Lucas Ourique, reforçando que a matocompetição é o processo no qual se identificam e se retiram as plantas daninhas que interferem ou inibem a cultura alvo. “Normalmente, as áreas mais adubadas, localizadas no pé das árvores, desenvolvem espécies que não são de interesse naquele momento. Como elas crescem muitas das vezes mais rápido, conseguem sugar mais nutrientes e dessa forma competem com as árvores, daí a necessidade dessa atividade”, completa Ourique.

 

Para o secretário da Semmas, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, o Programa Espaço Verde na Comunidade interfere diretamente na melhoria da qualidade de vida das pessoas, já que uma das finalidades é o reforço da vegetação nas áreas verdes. “Sob a orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, trabalhamos na requalificação socioambiental de áreas protegidas e fomentamos a integração da comunidade com esses espaços”, lembrou o secretário.

 

Desde 2015, quando o prefeito entregou o primeiro parque da juventude em área verde, no Campo Dourado, até agora, seis áreas verdes já foram revitalizadas por meio de compensações ambientais e recursos de medidas judiciais. Este ano, deverão ser entregues mais nove áreas verdes contempladas (Hileia, Monte Sinai, Jardim Primavera, Subtenentes e Sargentos, Colina do Aleixo, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Conjunto Lula, Conjunto Débora e Núcleo 15 Cidade Nova).

 

“Além da valorização dos imóveis, todos os projetos dos Parques da Juventude implantados não geraram ônus aos cofres da prefeitura pois foram implantados com recursos de compensação ambiental ou de ações judiciais repassados à prefeitura e emendas parlamentares”, destacou o secretário Antonio Nelson.

 

Texto – Júlio Pedrosa / Semmas

Fotos – Divulgação / Semmas